terça-feira, 19 de junho de 2012

Jesus aos trinta e um anos!


O mestre ao regressar a placidez da doce Galiléa, seu primeiro ato foi ir ao santuário essênio de Monte Tabor, encontrar-se com os mestres Melkisedec e Tholemi, que ficaram encarregados de preparar os doze apóstolos para auxiliares de Jesus em sua obra messiânica.
Através das palavras de Melkisedec, ardente como chama e suave como perfume de incenso, conheceram a alma de Jesus, a quem deviam seguir em sua breve vida sobre a Terra.
Foram setenta dias de meditação nas silenciosas grutas do Tabor, onde o homem velho desapareceu para sempre, dando lugar ao homem novo, capaz  de alimentar nobres ideais, e enfrentar as agruras do mundo, com serenidade e coração tranqüilo.
E Jesus instruiu seus doze discípulos com estas palavras: “Nosso Deus é Deus de Amor e Misericórdia que doravante será aceito como Pai benéfico, cheio de solicitude e ternura.
A partir de hoje nunca mais considerem que estejam sós e desamparados, por que o Pai Celestial vela por todos, com ternura de mãe.
Mesmo quando o Pai não é lembrado pelos filhos, Deus ama e protege a todos, com a mesma solicitude, assim como os raios solares beneficiam a Terra.
E sempre poderão encontrar Deus em toda a Natureza, na água que dessedenta, no fruto maduro, no ar que se respira, nos bosques, nas flores silvestres, e na imensidão do espaço.
Os rios e as florestas, lagos e montanhas, terras férteis e desertos, até os musgos trazem as virtudes de Deus para o bem estar dos seus filhos planetários.
Em nome do Pai, como auréola radiante eu digo em seu nome: Todos os que trazem os corações angustiados, carregam pesos insuportáveis, me busquem em seus próprios corações que eu trarei paz, cura e alegria.
Da alma de Jesus irradiou uma canção muda com acordes de ternura de gratidão ao Deus Amor, envolto em manto de luz de serenidade e paz!”
GLORIA A DEUS NAS ALTURAS PAZ NA TERRA!
Bibliografia: Harpas Eterna dOs Anjos

Postar um comentário