segunda-feira, 18 de junho de 2012

A FÓRMULA PARA TER UM GRANDE AMOR


A FÓRMULA PARA TER UM GRANDE AMOR

            Estamos aqui neste plano físico para experimentar e aceitar o dom da vida, das experiências e amar de verdade. Sendo assim, dentre vários desafios que enfrentamos nesta vida, os relacionamentos afetivos podem ser um dos maiores.
            Constantemente escutamos que algumas pessoas têm o sonho de compartilhar com alguém, uma vida a dois. E acham que ter um parceiro ou parceira é a salvação para sanar suas carências, para romper barreiras como a de ter mais estabilidade material, ter mais prestígio, entre outros.
            Claro que num relacionamento conseguimos alcançar muita coisa, principalmente quando encontramos um amor verdadeiro, alguém com quem podemos rumar em busca de evolução, conquistando tudo aquilo que queremos. Todavia, nós precisamos entender que um relacionamento serve para complementar uma felicidade que já existe. E quando digo “complementar” é porque não podemos completar algum sentimento que nos falta, nem saciar uma necessidade nossa, com outra pessoa. Muitos problemas de relacionamentos se dão pelo fato de projetarmos demais nossas carências no outro. Se não temos poder pessoal, nem autoestima suficientes para viver sozinhos, como poderemos encontrar isso em outro indivíduo?
            Por isso, quando queremos encontrar um parceiro ou parceira, o primeiro passo é pedir a Deus, conversando com Ele e com nosso Eu Interior o que estamos buscando. Essas orações podem ajudar a pessoa a atrair alguém ou promover a união de um casal, ajudando a manifestar aquilo que melhorarão no relacionamento, tanto no que diz respeito às questões do dia-a-dia, quanto nas questões ligadas ao coração.
            A próxima providência a tomar é fazer uma lista do que queremos, pensando nisso de forma profunda, não superficial. Essa lista é extremamente importante, portanto, precisamos ser honestos e bem específicos, pois a imprecisão só levará a resultados insatisfatórios. Gastar o tempo que for necessário para refletir profundamente sobre essa lista, é essencial.
            Que tipo de pessoa nós estamos procurando? É preciso fazer uma lista dos fatores mais importante até chegar aos menos importantes. É importante que sejamos claros e precisos, pois será isso que nos colocará em ação e que magnetizará ou atrairá a pessoa ideal. Com isso, plantaremos as sementes e deixaremos que essas sementes criem raízes e cresçam, tomando a forma de um relacionamento.
            Esse processo deve ser repetido até todas as suas preferências sejam explicitadas. Isso pode exigir algum tempo, mas certamente valerá à pena. Por isso, não há nada errado passar algum tempo conhecendo pessoas diferentes, até mesmo se envolvendo superficialmente com elas, antes de assumir um compromisso mais firme com alguém. Algumas pessoas podem cruzar o nosso caminho, antes que surja o relacionamento ideal, entretanto não podemos pensar que encontraremos a pessoa ideal já na primeira tentativa. Ir devagar e observar os rumos que o relacionamento toma, são providenciais. Antes de firmar um compromisso, é necessário gastar o tempo que for preciso para certificarmo-nos que estamos no caminho certo. Agindo assim, já colocamos o processo em ação e podemos confiar nele.

            Entretanto não podemos nos perder, nem tão pouco nos iludir, pensando que ao encontrar alguém, tudo se resolverá. Pois o caminho para encontrar a felicidade na vida a dois é justamente caminhar lado a lado rumo à evolução de ambos. Um precisa ajudar ao outro neste percurso. Por isso cuidar dos nossos pilares constituídos pelos corpos físico, emocional, mental e espiritual é fundamental para mantermo-nos alinhado com os propósitos individuais de cada um. Lembremos sempre que uma relação saudável é aquela que se complementa. O que um precisa o outro tem para oferecer e vice-versa.
            Outro ponto importante é “se olhar”, perceber como agimos, como somos. Isso pode ser feito imaginando que “nós não somos nós”, que nos observamos como se fôssemos outra pessoa. Como nos vemos? Somos bem humorados ou mal humorados? Somos calmos ou irritados? Negativos ou positivos? Ou seja, precisamos tratar aquilo que poderia comprometer nosso relacionamento, porque quando fazemos isso, é mais um sinal que mandamos para o Universo, avisando quem queremos atrair para nossa vida. Quanto mais buscamos a perfeição, em termos de emoções, sentimentos e pensamentos, mais próximos de encontrar alguém compatível com isso, nós estaremos.
            Procurar ajuda e livrar-se de tudo que não é favorável numa relação a dois é importantíssimo! Muitas vezes achamos uma pessoa bonita, sorridente e com uma aparência iluminada e nem sabemos o porquê. Esta pessoa tem uma energia que reflete tudo isso, fisicamente ela pode não ser assim, mas energeticamente ela é. Portanto, estar de bem consigo, pode ajudar e muito a atrair alguém na mesma sintonia positiva. É como se pudéssemos refletir luz e beleza de forma profunda, não só superficial, como num rosto ou corpo perfeito.
            Também não tem nada errado se produzir com roupas e artefatos que gostamos. Pois a maneira como nos vestimos, expressa como somos, por exemplo. Se nós somos desleixados com nossas vestimentas, isso já demonstra como agimos conosco e consequentemente com os relacionamentos. Portanto, procurar ajustar a aparência de modo que ela mostre como nós somos, ajuda a construir o que queremos refletir para o mundo.
            É impossível esconder-se por detrás da aparência apenas física. Nem toda a maquiagem do mundo consegue encobrir as imperfeições que se revelam quando seus corpos emocional, mental e físico não estão em harmonia com as leis divinas e com o próprio estado de espírito.

            E você, como anda resolvendo tudo isso? Reflita e mude o que for preciso

Postar um comentário