terça-feira, 19 de janeiro de 2016

A MUDANÇA AQUARIANA E A RADIAÇÃO ANTROPOCÊNICA -3

DNA E NOVAS FORMAS DE VIDA

A Mudança Aquariana, ou Radiação Antropocênica, vai produzir nova vida, assim como aconteceu na Radiação Cambriana, cerca de 580 milhões de anos atrás. O que está ocorrendo não é inédito, embora nunca tenha sido registrado e ainda não seja entendido. O que diferencia o atual influxo de radiação é que este agora está em relação simbiótica com a Grade Cristalina da Ascensão.

Formas de vida de dimensões mais elevadas estão se tornando visíveis. Elas são novas para a Terra, apenas pelo fato de serem mais “tangíveis”… mas foram citadas em alguns dos seus textos religiosos. Escribas antigos escreveram, em vários dos seus textos sagrados, que a vida ocorria em 3 formatos: como barro (biologia da Terra), fogo (dévico elétrico) e luz (angélico).

Na sinergia da Radiação Cósmica Aquariana e da Grade Cristalina 144, as dimensões paralelas já estão mais acessíveis a vocês. As formas de vida, os seres acima citados, existem nessas dimensões como bioplasmáticos, elétricos e fotônicos. Sua Bíblia não se refere aos Anjos como Seres de Luz?

Alguns orbes e fenômenos luminosos do tipo duendes, elfos (3) e águas-vivas fotônicas começaram a se acelerar nos últimos anos e são, de fato, formas de vida conscientes de outras dimensões e estruturas. Alguns deles têm se comunicado com vocês de vários modos, incluindo os círculos nas plantações. Os extraterrestres mais adiantados são seres de luz não físicos.

(3) NT:- Os elfos podem ser descritos com lampejos na alta atmosfera, entre 50 e 120 km de altura, bem mais alto que os 10 a 15 km dos relâmpagos normais. Ainda que os elfos existam há milhões de anos, somente foram observados e documentados a partir de 1989 quando pela primeira vez, de forma acidental, um pesquisador que estudava estrelas estava calibrando uma câmera apontada para a atmosfera longínqua onde acontecem os elfos. Fonte: http://www.mdig.com.br/index.php?itemid=5197#ixzz2Gf1fBR8N . Veja também: “Eventos Luminosos Transientes” (http://pt.wikipedia.org/wiki/Evento_luminoso_transiente ).

Postar um comentário