quarta-feira, 27 de julho de 2011

Retroceder a Vida



Já andei de mais! tenho sido um peregrino.
Quero regressar aquilo que dantes era:
No tempo, para voltar a ser um menino;
No espaço, para voltar à minha terra.

Retrocedendo dia a dia, hora a hora,
Voltar à escolinha onde comecei
A soletrar as palavras que inventei
E que tenho trazido pela vida fora.

E por um milagre de Deus ou do diabo,
Voltar ao útero onde eu fui gerado!
E recuando, ainda, nove meses mais,

Vir a ter a consciência que este eu,
Que anda por aqui triste, enfim, nasceu,
De um acto de amor dos seus queridos pais

Postar um comentário