quarta-feira, 5 de outubro de 2011

OMOLU


OMOLU
É o mesmo Obaluaiê em sua personalidade velha. É alquebrado e também só aparece coberto por um capuz de palha-da-costa. É o médico ferido dos pobres, de profundo pendor à caridade pública. É temido, respeitado e reverenciado em todos os terreiros de todas as origens, no Brasil. Tal qual Obaluaiê, seu culto é originário do jeje, assimilado pelos nagôs. Suas oferendas e dia de culto são os mesmos dedicados a Obaluaiê. Suas cores são vermelho, preto e branco, combinadas. Quando executa sua dança ritual, Omolu limpa as mazelas do mundo com oxaxará.
Imagens retiradas do livro "Os Deuses Africanos no Candomblé da Bahia" de Caribé Imagens retiradas do livro "Os Deuses Africanos no Candomblé da Bahia" de Caribé
Postar um comentário